LHLN_Thumb
21.MAR.17 - 17:30

O fenómeno social da praxe

Enquadramento jurídico, contextualização histórica e uma investigação sociológica pormenorizada sobre a praxe em Portugal. Estes são alguns dos ingredientes que perfazem o estudo que será apresentado terça-feira no IP Leiria.

O auditório da Escola Superior de Saúde do Politécnico de Leiria foi o recinto escolhido para a exposição do estudo «A praxe como fenómeno social». A investigação, que caracteriza e analisa a praxe no Ensino Superior em Portugal, será apresentada pela Direção Geral do Ensino Superior no dia 28 de março, com a presença da Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo.

O estudo foi conduzido por investigadores do Centro de Investigação e Estudos Sociais do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, do Instituto de Sociologia da Universidade do Porto e do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, sob a coordenação de João Teixeira Lopes e João Sebastião.

Segundo o relatório do estudo, o seu principal objetivo «consiste em compreender o fenómeno da praxe académica em profundidade, privilegiando-se a interpretação dos significados que diversos atores do sistema de ensino superior (estudantes, dirigentes associativos e dirigentes das instituições de ensino) atribuem ao fenómeno». 

Publicado no site da DGES, o documento enfatiza a importância dada à «caracterização mais geral da praxe no momento atual, a sua contextualização histórica, o seu enquadramento jurídico, o seu tratamento na comunicação social e um levantamento das investigações já realizadas sobre o tema».

Facebook Twitter